• LOGIN
  • Nenhum produto no carrinho.

30 livros sobre aviação que todo piloto deve ter na estante

Se você acessa este blog, tenho quase certeza que é um apaixonado por aviação. Sei também, por experiência própria, que os apaixonados por aviação tem uma outra queda irresistível: a leitura! Claro que tudo fica ainda melhor quando existe a possibilidade de juntar as duas coisas: livros sobre aviação.

Se você se encaixa nesse perfil, vai gostar desta lista. Reuni 30 títulos que considero essenciais para pilotos e entusiastas da área, desde obras mais leves e divertidas até outras mais densas e técnicas. São memórias, fatos, histórias, conhecimentos, curiosidade e lazer. Tem para todos os gostos.

Tomei o cuidado de separar em seis categorias:

  1. Históricos: cujo foco é a história dos aviões, da aviação e de empresas aéreas.
  2. Aviação Militar: livros sobre atuação de pilotos nas guerras e as aeronaves utilizadas.
  3. Desastres: obras que narram em detalhes grandes acidentes aéreos ocorridos no Brasil.
  4. Técnicos: foco mais didático, auxiliando em determinadas etapas da carreira.
  5. Romances: obras narrativas cujo tema central é a aviação.
  6. Regulamentação: o direito aeronáutico explicado de forma que todos entendam.

 

Vamos nessa?

1- Históricos

Aviões – Historia e Curiosidades das Aeronaves Comerciais – Vinícius Casagrande

Este livro é para quem gosta de conhecer todos os detalhes e curiosidades dos aviões. Acompanhe a evolução da engenharia aeronáutica por meio das histórias de 38 aeronaves que marcaram a aviação comercial. Entre elas o Boeing 737, primeiro avião do mundo produzido integralmente com material plástico. Além disso, conheça os dados técnicos como número de passageiros transportados, comprimento e envergadura que tornam essas aeronaves tão especiais.

Asas – Tom D. Crouch

Como podemos mensurar o impacto da invenção do avião? Pois foi este desafio que o autor Tom D. Crouch enfrentou ao reunir um fascinante elenco de personagens que escreveram a história no céu e, ao viverem um sonho, mudaram o mundo para sempre. Esta é uma detalhada obra sobre a história do vôo, das máquinas voadoras e das implicações econômicas, culturais e morais ocasionadas por seu desenvolvimento.

A Decolagem de um Grande Sonho – Oziris Silva

O engenheiro aeronáutico Oziris Silva, expoente máximo da aviação civil nacional, conta toda a história da criação da Embraer, desde a concepção até a sua transformação em uma das maiores empresas brasileiras e uma das maiores fabricantes de aviões de todo o mundo. Da década de 70, seus primeiros anos, até os últimos tempos, entenda como a empresa se formou e se consolidou. É uma leitura indispensável que oferece um conteúdo para a reflexão e a inspiração.

Varig Eterna Pioneira – Joelmir Beting e Gianfranco Beting

Conheça a história da empresa aérea pioneira da aviação comercial brasileira: seu apaixonante começo, passando pelas muitas inovações e pioneirismos; da luta pela supremacia no mercado brasileiro à consolidação e expansão internacional; e, próximo ao seu triste fim, os percalços e desafios enfrentados. Ilustrado com 501 gráficos, mapas, fotos de todos os tipos de aeronaves operadas, anúncios, documentos históricos, capas de bilhetes, timetables, uniformes e interiores de aeronaves.

Como se Voava Antigamente – L. Souza Pinto

Este livro do Cmte L. Souza Pinto, um dos pioneiros da antiga Varig, narra histórias curiosas de como operava a aviação comercial antigamente, especificamente nas décadas de 30 e 40. Uma das curiosidades, por exemplo, era a estratégia de voar baixo e observar se o gado se assustava e assim saber se a aeronave estava na rota correta. A obra apresenta ainda várias histórias de como voavam dentro de nuvens de tempestade com aviões monomotores de passageiros. Vale a leitura também o relato de um antigo comandante que sabia se estava na rota apenas pelo cheiro da cidade abaixo.

Voo Noturno – Wilson Pereira da Silva

Por meio das memórias do piloto de garimpo Wilson Pereira da Silva, que durante 20 anos transportou gente, ouro e mantimentos em meio a pistas e acampamentos improvisados, somos todos convidados a adentrar um passado cheio de aventuras e conhecer alguns dos personagens que viveram o fausto e a decadência dos garimpos do Baixo-Amazonas. Grandes amizades, histórias de superação e lealdade são contadas junto com outras tantas marcadas pela violência brutal e acidentes trágicos.

Voar é a Segunda Melhor Coisa do Mundo – Dato de Oliveira

Nesta biografia, o comandante Dato de Oliveira narra sua experiência pessoal na história da aviação brasileira ao longo de 35 anos, desde as dificuldades para a formação de pilotos até a análise de 5 acidentes aéreos e 1 sequestro. Dato descreve ainda a queda do helicóptero da TV Record, em 2010, cujo piloto faleceu e o cinegrafista foi retirado vivo da aeronave pelo próprio autor. A obra é mesclada ainda com ‘causos’ e casos ocorridos durante seus anos na aviação, além de alguns textos, poemas e frases.

Conexão Wrigth-Santos Dumont – Salvador Nogueira

Sem demonizar os irmãos Wright nem canonizar Santos Dumont, o livro do autor Salvador Nogueira é um extenso trabalho de pesquisa que mostra uma visão da história do desenvolvimento do avião como fruto não de um homem apenas, mas do trabalho conjunto de inventores diversos.

The Wright Brothers – David McCullough

O premiado autor David McCullough conta a história do desenvolvimento do avião pelos irmãos Wright. Utilizando diários, cadernos de anotações e mais de mil cartas da correspondência familiar, ele mostra com exatidão o lado humano desta história. Desde a infância, a loja de bicicletas, os problemas enfrentados até a glória. Um relato histórico exato e impressionante da carreira de dois dos responsáveis pela aviação como conhecemos nos dias atuais.

Caso Varig – Marcelo Duarte Lins

O livro aborda a trajetória difícil de milhares de funcionários que perderam seus empregos do dia para a noite e explica as decisões políticas que levaram a Varig à crise. O piloto Marcelo Duarte Lins viu de perto a queda e lutou pela preservação da companhia quando ocupava o cargo de diretor Administrativo e Financeiro da Associação de Pilotos da Varig (Apvar). Com a vivência, aliada às mais de 18 mil horas de voo, o autor traz um panorama importante deste triste e inacabado capítulo da história da aviação comercial brasileira.

Tango Bravo Alfa – Gianfranco Beting

Gianfranco Beting resgata a história da Transbrasil – onde atuou entre 1990 e 1997, como diretor de marketing – e de seu fundador, comandante Omar Fontana. A companhia aérea teve participação importante no Brasil e no exterior entre 1956-2001. A obra tem 288 páginas e mais de 600 imagens, entre fotos, mapas, gráficos e ilustrações. Especialmente, são mostradas todas as aeronaves operadas (com exceção de uma), em todas as suas coloridas pinturas. Uma saga de superações e desafios, agora resgatada, que não pode faltar na biblioteca de quem se interessa sobre aviação brasileira.

2 – Aviação militar

Senta a Pua! – Rui Moreira Lima

Este livro conta a história do 1º Grupo de Aviação de Caça da Força Aérea Brasileira (FAB), que integrou o destacamento da Força Expedicionária Brasileira (FEB) durante a Segunda Guerra Mundial, entre 1944 e 1945. De autoria de Rui Moreira Lima, esta obra é considerada uma das melhores sobre a atuação dos pilotos brasileiros da FAB na Itália e da Aviação de Caça Brasileira. É uma narrativa emocionante dessa importante parte da história do Brasil.

Bombardeiros Bimotores da FAB – Aparecido Camazano Alamino

Saiba como a FAB manteve um arsenal de bombardeiros bimotores em pleno mundo pós-guerra, capazes de atuar a qualquer momento e em qualquer ponto do território nacional. Conheça a história completa de todos os modelos operados, com mais de 75 fotos, as listas completas de suas frotas, unidades que os operaram e detalhes de suas vidas em serviço. O autor e responsável por todo o trabalho de pesquisa, Aparecido Camazano Alamino, é reconhecido como a maior autoridade sobre temas históricos da Força Aérea Brasileira.

Sob um Azul Profundo: O Esquadrão Corsário em Ação – Oswaldo Claro Jr.

Na ocasião das comemorações dos 25 anos de ação do Boeing 707 na Força Aérea Brasileira, o fotógrafo Oswaldo Claro Jr. foi convidado pelo Esquadrão Corsário, que realiza desde o transporte do Presidente da República até missões humanitárias e operacionais, para registrar as ações do grupo durante todo um ano. O resultado é um livro com imagens belíssimas das missões, do reabastecimento de caças em pleno voo ao transporte de carga pesada, sob ângulos muito especiais.

The Female Few: Spitfire Heroines of the Air Transport Auxiliary – Jacky Hyams

Durante os dias mais negros da Segunda Guerra Mundial, um grupo de elite formado por mulheres arriscava suas vidas voando em perigosas missões entre as fábricas e unidades de manutenção dentro do Reino Unido até os pilotos nas frentes de batalha, trabalhando para Air Transport Auxiliary (ATA), o órgão que dava suporte aos transportes aéreos no país. Apesar de não participarem diretamente das batalhas, os relatos são emocionantes. Através de depoimentos e memórias, a jornalista britânica Jacky Hyams narra a histórias de cinco dessas heroínas.

Voando nas Alturas – General Chuck Yeager e Leo Janos

Você talvez não saiba, mas o General Chuck Yeager foi o primeiro “homem supersônico” do mundo, quando quebrou a barreira do som com um avião Bell X-1 em 14 de outubro de 1947. Este livro é sua autobiografia e conta toda a sua  incrível história de vida, como, por exemplo, quando mesmo depois de ter sido baleado em uma França ocupada pelos Nazistas, ele conseguiu escapar. E ainda a incrível história dos bastidores de quebrar a barreira do som, apesar das costelas quebradas devido à um acidente dias antes.

 

3 – Desastres

Caixa Preta – Ivan Sant’Anna

Partindo de um amplo trabalho de pesquisa e uma série de entrevistas, faxes, e-mails, telefonemas, cartas, documentos e laudos, Ivan Sant’Anna reuniu informações inéditas sobre três desastres que entraram para a história da aviação brasileira: O Boeing 707, que decolou do aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro, para um vôo de 14 horas rumo a Orly, na França (1973); Ponte aérea Brasília-Belo Horizonte-Rio pilotado por Murilo de Lima e Silva, que naquele dia comandava o VP-375 até que um dos passageiros, armado, ordena que o avião seja espatifado no Palácio do Planalto (1988); o desastre do avião que ficou perdido em algum ponto entre Marabá e Belém, num vôo cego comandado por Cezar Augusto Garcez (1989).

 

Diário da Morte – Milton Terra Verdi

Poucos livros são tão dramáticos. Em agosto de 1960, o piloto Milton Terra Verdi teve que fazer um pouso forçado do Cessna 140 em que viajava no meio da selva boliviana, entre Corumbá e Santa Cruz de La Sierra, por falta de combustível. Sem socorro, sem água e sem comida, Terra Verdi passou 70 dias escrevendo um diário, que terminaria pouco tempo antes da sua morte. O diário virou um livro, o “Diário da Morte”. A aeronave foi resgatada anos depois e estava exposta no Museu da Tam, no mesmo estado em que foi encontrada.

Perda Total – Ivan Sant’Anna

Esta obra é o resultado de três anos de pesquisa do autor Ivan Sant’Anna sobre três tragédias aéreas ocorridas no Brasil: o voo Tam 402, que caiu logo após a decolagem em São Paulo; o voo Gol 1907, que se chocou com outra aeronave e caiu na floresta Amazônica; o Tam 3054, que varou a pista e se chocou com um prédio da própria companhia após pousar em São Paulo. O escritor relata os meandros dessas histórias, mesclando à narrativa o rigor técnico dos fatos apurados e o toque humano dos relatos sobre as vidas afetadas pelas tragédias.

Na Cabine de Comando – Márcio Branco

Em setembro de 2006 o choque aéreo entre um Boeing 737 da Gol e um Legacy chamou a atenção para os problemas do transporte aéreo no Brasil, dando início a um caos que tomou conta dos aeroportos. No ano seguinte, outro acidente de grandes proporções só veio reforçar as condições precárias do setor aéreo. Um Airbus A320 da TAM se chocou contra um depósito de cargas da mesma empresa, próximo ao Aeroporto de Congonhas, em São Paulo. Conheça a aviação e a crise aérea brasileira analisadas por meio do ponto de vista do piloto Márcio Branco.

Voo Cego – Ivan Sant’Anna e Luciano Mangoni

A mais recente obra do escritor Ivan Sant’Anna, desta vez em parceria com o piloto Luciano Mangoni, conta a história do voo 52 da Avianca, que saiu do aeroporto El Dorado, em Bogotá, na Colômbia, com destino a Nova York em 25 de janeiro de 1990. Era um dia chuvoso, com nevoeiro e fortes ventos, o que tornava a aterrissagem do Boeing uma manobra perigosa. Junte-se a isso o intenso tráfego aéreo do JFK e a dificuldade de comunicação dos pilotos colombianos — que não falavam bem o inglês — com os controladores de voo norte-americanos. Depois de uma tentativa frustrada de pouso, inexplicáveis eventos alteraram a vida das 158 pessoas que estavam no avião.

 

4 – Técnicos

ACE, The Technical Pilot Interview – Gary V. Bristow

Esta livro é considerado básico para quem vai fazer a seleção para uma linha aérea. A obra é dividida por assuntos, em formato de perguntas e respostas e algumas empresas aéreas no Brasil o utilizam como base para seus processos seletivos. A obra do autor Gary V. Bristow, que é piloto da Etihad, é de leitura rápida, agradável e indispensável.

Formação de Pilotos nos Estados Unidos – Enderson Rafael

Se pensa em fazer a sua formação como piloto nos Estados Unidos, este livro é para você. Em um formato de perguntas e respostas, a obra do escritor e piloto Enderson Rafael utiliza da própria experiência de quando fez sua formação básica de piloto em 2013 nos EUA para facilitar a vida de quem pretende seguir o mesmo caminho. Saiba quais providências tomar antes de ir, como funciona o curso e a vida nos EUA e quais as etapas no retorno ao Brasil.

SMS in Aviation – Alan Stolzer

Mesmo com a aviação sendo considerada o meio de transporte mais seguro do mundo, acidentes ainda acontecem. Por isso, para reduzir os riscos e contribuir com a segurança de voo, algumas atitudes pró-ativas devem ser tomadas e é este o objetivo desta obra. Este livro é um abrangente projeto sobre Safety Management System (SMS), em português Sistema de Gestão de Segurança de Voo, voltado para todos os segmentos da aviação. Nele, os autores introduzem uma linha aérea hipotética para facilitar o entendimento de como o SMS deve ser aplicado, do início ao fim.

Piloto de Jato – Geraldo Souza Pinto

Você tem curiosidade de saber como é a operação de uma aeronave comercial? Então o livro do comandante L. S. Pinto é pra você. Tendo voado desde os velhos monomotores Junkers F-13 e encerrado nos gigantescos B-747, o comandante retrata todos os aspectos operacionais e de pilotagem dos aviões comerciais de grande porte, numa sequência de eventos que leva o leitor a participar de cada fase do vôo, desde o briefing pré-voo, decolagem, subida, descida e procedimentos de pouso, sendo cada fase detalhadamente discutida nos seus mais variados aspectos, incluindo procedimentos normais e de emergência.

Aprendendo a Voar – Edgard O. C. Prochasca

O livro do autor Edgard O. C. Prochasca é um manual de treinamento direcionado ao piloto de avião, elaborado com base nas dificuldades mais comuns que os alunos encontram na hora de executar as manobras de voo. Apesar de técnico, não é um material excessivamente acadêmico e apresenta os conceitos básicos e gerais do avião, do meio onde se desloca, das leis que regulamentam o voo, da prevenção de acidentes e da segurança de voo.

 

5 – Romances

Voo Noturno – Antoine de Saint-Exupéry

Antoine de Saint-Exupéry ficou famoso por ter escrito O Pequeno Príncipe, mas ele também foi um importante aviador e morreu no fim da Segunda Guerra Mundial pilotando um avião de reconhecimento sobre o Mar Mediterrâneo. Este é um romance autobiográfico e narra a aventura de um dos pioneiros da aviação, à época em que o serviço de correio aéreo noturno era de alto risco e cheio de surpresas.

Três Céus – Enderson Rafael

Mais um excelente livro do piloto e escrito Enderson Rafael. Este é um romance onde os três protagonistas são tripulantes técnicos e comerciais de uma grande companhia aérea brasileira. Suas tramas, que se entrelaçam e se somam na parte final do livro, e suas histórias de amor, dramas pessoais, aventuras e paixões têm como pano de fundo o imenso e rico universo da aviação. Aproveite para descobrir como funciona a rotina (ou a falta dela) da vida de um tripulante.

Comandante na Íntegra da Palavra – Marcelo Quaranta

O livro é uma compilação de 36 anos de vivência na aviação do piloto Marcelo Quaranta. A obra fala sobre as várias personalidades dos pilotos e os comportamentos negativos observados, o que torna o livro um guia de ética na aviação e de como vencer na carreira evitando as armadilhas dos comportamentos desprezíveis e inoportunos. Você também encontra deliciosos contos e crônicas, todos tendo a ética como tônica, misturada a elementos como a filosofia, o amor pela aviação, o aprendizado e o lado mais humano do aviador.

 

6 – Regulamentação

Aeronautas – Juliana Cigerza

O livro de Juliana Cigerza fala sobre a rotina laboral dos aeronautas, a rotina das tripulações, direitos e deveres, sobre o nascimento da aviação comercial no Brasil e o início da profissão. Excelente instrumento de consulta para quem segue ou pretende seguir a profissão.

Regulamentação do Aeronauta – Carlos Barbosa

Em um formato de perguntas e respostas, o livro aborda diversos aspectos da Regulamentação do Aeronauta com o intuito de esclarecer os pontos específicos da legislação, desmistificando os direitos reservados a todos aqueles que tripulam aeronaves, bem como trazer conceitos da legislação aeronáutica e um panorama da aviação civil brasileira.

20 responses on "30 livros sobre aviação que todo piloto deve ter na estante"

  1. Há bons livros na área técnica do também piloto Denis Bianchini.

  2. Tem tanto erro no texto que a credibilidade da lista fica comprometida.

  3. Richard Bach publicou um livro na década de 60 onde ele descreve um voo noturno solitário pilotando um F-84 pelos céus da Europa, enquanto prestava serviço na Guarda Aérea Nacional americana. Ao longo do texto, ele vai discorrendo sobre o voo em si mas também vai lembrando de outros momentos seus como piloto. Eu li este livro aos 15 anos de idade e me senti na cabine dada a riqueza de detalhes da narrativa. O livro se chama “Estranho à Terra”, uma alusão a como o piloto se sente quando não está voando.

  4. Parabéns pelo post, acrescentaria ainda o livro “Zona da Morte, de Paul A. Craig”. Este livro é espetacular! Abs e bons voos sempre.

  5. ótima lista

  6. Faltou o “Boeing vs Airbus”, do John Newhouse, que conta a guerra das duas principais fabricantes de aviões de grande porte.

  7. Onde está Pierre Clostermann???? O grande Circo e Fogo no céu…

  8. seguem alguns: o primeiro e o último, o grande circo, sombras da noite, a linha de mermoz, o piloto de hitler, o amigo alemão, com asas de aguia.

  9. ROCHELE BARCELLOS TEIXEIRA11 de outubro de 2017 at 10:03 pmResponder

    Recomendo também o livro Ada Rogato! Além da aviadora ter sido pioneira em muitas coisas aqui no Brasil, o livro também fala sobre o surgimento da aviação agrícola e da Embraer!

  10. Octávio Valadão Ferreirinha de Oliveira12 de novembro de 2017 at 9:31 amResponder

    Excelentes sugestões de aquisição. Já tenho alguns deles. Como o seu blog é visitado por profissionais, aficcionados e curiosos, é inevitável que muitos se queixem de ausências nesta lista. Mas ainda sim, está muito bom. Creio que em breve você acabará a expandindo.

  11. Execelente sugestão de livros sobre aviação. Como faço para adquirir estes livros. Sou funcionário de uma Companhia aérea em Africa (Angola) e gostava imenso de poder comprar estes livros todos. Um abraço.

  12. Inclua tambem o livro da comissária escritora Claudia Vasconcelos – ESTRELA BRASILEIRA –

  13. A Leitura consolidou a carreira do meu neto, hoje piloto da LATAM

Deixe seu comentário

AeroAcademy © 2017
X